Constipação crônica

A constipação não é uma doença, mas sim, um sintoma caracterizado por:

  • Menos de 3 evacuações por semana;
  • Defecação dolorosa;
  • Mais de 1 episódio de incontinência fecal por semana ( a criança não consegue segurar e evacua na roupa);
  • Fezes volumosas (que chegam a entupir o vaso sanitário);
  • Acúmulo de fezes percebidas na palpação do abdome.

Deve haver pelo menos dois destes itens, por no mínimo 2 meses para configurar a constipação crônica.

Sua causa mais comum é a dieta com pouca quantidade de fibra alimentar.

A fibra alimentar é responsável por aumentar o volume das fezes, o que estimula os reflexos para a defecação.

Quando a criança possui um treinamento inadequado para evacuar ou passa por episódios de eliminação de fezes ressecadas, ela sentirá dor e desenvolverá um medo de defecar. Pelo medo, ela evitará evacuar e irá piorar o ressecamento das fezes. Isto tende a se tornar um ciclo vicioso.

Para o tratamento deste quadro, é necessário uma mudança comportamental, o que inclui:

  • um treino adequado: a criança deverá tentar defecar após as refeições, 3x/dia, por 5 minutos e de forma tranqüila;
  • uma dieta rica em fibras alimentares, associada à ingestão de água.

Quando necessário, o Pediatra poderá prescrever medicações específicas.

Dra. Fernanda Formagio de Godoy Miguel
Pediatra pela SBP
CRM: 104.671