ROSÉOLA OU EXANTEMA SÚBITO

Esta é uma das doenças chamadas infecciosas exantemáticas, ou seja: sua principal manifestação, além da febre, é o “vermelhão” no corpo.

É uma doença de evolução benigna, que ocorre principalmente na infância, em crianças de seis meses a três anos de idade preferencialmente.

Causada por um vírus, um subgrupo do herpesvírus humano, e
sua transmissão ocorre através de secreções orais (gotículas de saliva).

A forma mais característica é a febre alta de início súbito (39°-40°C), com grande irritabilidade da criança e perda de apetite; porém, a criança apresenta um bom estado geral. Em alguns casos, pode haver sintomas gripais associados, como tosse e coriza, além de sintomas como diarreia e dor abdominal. Após três a quatro dias do início da febre, ela diminui bruscamente e aparece o exantema (a vermelhidão no corpo), que comumente inicia no tronco e após segue para face e membros, desaparecendo em dois a três dias. Por vezes, o exantema é quase imperceptível.

Na maioria dos casos não há complicações; mas como em qualquer quadro de febre, pode haver convulsões febris.

O diagnóstico é feito pelo quadro clínico e não há necessidade de tratamento específico: este apenas se restringe ao uso de medicação sintomática (antitérmico/ analgésico). Nos raros casos que evoluem com gravidade e nas crianças imunodeprimidas, o uso de medicação antiviral deve ser indicado.

No que se refere à prevenção, não há vacina para este vírus.

 

 

Dra. Fernanda Formagio de Godoy Miguel

CRM: 104.671

Pediatra pela SBP