fbpx

HIGIENE AMBIENTAL E FÍSICA DA CRIANÇA

A higiene ambiental e física é em grande parte responsável pela saúde da criança.

A habitação é fundamental, pois é onde ela encontrará proteção às variações do clima e é o local onde ela passa a maior parte de seu tempo.

Há medidas simples, porém importantes, para que as condições ambientais sejam adequadas:

- ventilação e iluminação: arejar o ambiente e deixar que a luz do sol entre por um período do dia dificulta a instalação de umidade, evitando problemas respiratórios. O quarto em que a criança dorme é o principal local que deverá ser arejado e receber bastante sol.

- limpeza: se possível diariamente deve-se retirar a poeira com panos úmidos para que o pó não fique suspenso no ar e não seja inalado. Tapetes e cortinas devem se lavados com frequência. Preferencialmente, a limpeza deverá ser feita quando a criança não estiver por perto e com produtos que não tenham cheiro forte. Lembrar sempre que os produtos de limpeza devem ficar fora de alcance das “mãozinhas curiosas” para não haver acidentes.

- armazenamento de objetos de risco:  vale reforçar a importância de guardar objetos cortantes ou com pontas, produtos inflamáveis, remédios, etc em locais fora de alcance das crianças. Cobrir tomadas, colocar barreiras em escadas, gradear janelas e manter distância do fogão e do ferro de passar, diminuem os acidentes domésticos.

- deixar lixos sempre tampados para evitar insetos e outros animais.

- armazenar alimentos em locais próprios, sem umidade ou calor. Utilizar água filtrada/fervida para beber e preparar os alimentos, lavar frutas e verduras antes de comê-las. Lavar sempre as mãos antes de manipular os alimentos.

            Como indivíduo, há também necessidades básicas para manter a saúde física:

- sono: o repouso é essencial para manter o bom funcionamento do corpo. A necessidade de horas de descanso varia conforme a idade. Quanto menor a criança, mais ela necessita dormir. O local deve ser tranquilo e a cama, ou berço, seguros contra quedas.

- alimentação variada, em horários estabelecidos e com asseio. A lavagem das mãos antes das refeições é importante para os pequenos também.

- asseio corporal: o banho diário proporciona além da limpeza, o bem-estar e sensação de conforto. A temperatura da água deve ser morna, em torno de 36,5°C, com sabonete suave  e a secagem deve ser feita sem friccionar a pele. A criança deve ter sua própria toalha, para que só ela use. Cortar as unhas com freqüência evita que sujeira se acumule e seja levada à boca. Pentear os cabelos e escovar os dentes também faz parte da higiene diária.

- vestuário: roupas devem ser escolhidas pelo conforto e de acordo com o clima. No verão roupas leves e no inverno agasalhos.

- banho de sol: o ideal é que seja diário, iniciando gradativamente até uma duração de 20 a 30 minutos e nos horários próprios (antes das 10h e após às 16h).

- exercícios físicos: importante tanto para fortalecer a musculatura e aprimorar a coordenação motora, quanto para higiene mental. Deve-se sempre respeitar a idade, o limite e a vontade da criança, sendo feitos sob supervisão e orientação. Dos 2 aos 6 anos as brincadeiras em grupo são as mais indicadas. Os exercícios de força são recomendados após o início da adolescência, por volta de 13 a 15 anos.

- brincadeiras: brincar e brincar!!! Vale música, dança, jogos, bola, boneca, carrinho e o que mais a criança gostar e for próprio à sua idade. Procurar limitar o tempo diário da televisão, e quando possível brincar ao ar livre.

Dra. Fernanda Formagio de Godoy Miguel

Pediatra pela SBP

CRM: 104.671